CREA-AM

Atualizado em 14/06/2019 - 10h06

Crea-AM participa de Colégio de Presidentes em Aracaju

Entre os assuntos a serem debatidos pelas lideranças, se destaca a elaboração de um manual sobre a prática da Resolução 1073/2016 - que regulamenta a atribuição de títulos atividades

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM), eng. Afonso Lins participou da 3ª reunião do Colégio de Presidentes de Creas. Com mais de 30 itens em pauta, começou na quarta-feira (12), em Aracaju (SE) e irá até nesta sexta-feira (14). Entre os assuntos a serem debatidos pelas lideranças, se destaca a elaboração de um manual sobre a prática da Resolução 1073/2016 - que regulamenta a atribuição de títulos atividades, competências e campos de atuação aos profissionais registrados no Sistema Confea/Crea.

Entre os compromissos assumidos, a presença confirmada na Assembleia Legislativa de Sergipe, para a palestra sobre “A importância da Engenharia, Agronomia e Geociências no Desenvolvimento do Brasil”, a ser proferida pelo presidente do Confea, eng. civ Joel Krüger, na quinta-feira (13), às 10h. Para o dia 14, está confirmada a participação de Mário Willim Esper, presidente eleito da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que falará sobre a longa parceria mantida com o Confea.

Com a assistência de José Fernandes e Neuzi Lima, ambos da Gerência de Relações Institucionais (GRI) - que tem como gerente a eng. eletric. Fabyola Resende - à qual cabe a preparação da reunião,  a mesa coordenadora dos trabalhos foi formada pelos engenheiros agrônomos Arício Resende Silva, presidente do Crea-SE, Wolney Costa Parente Jr., que preside o Crea-RR e  é coordenador-adjunto do colegiado, e João Bosco, conselheiro federal que pela manhã representou Joel Krüger, engenheiro civil que preside o Confea. Paulo Guimarães e Antônio Carlos de Aragão, também engenheiros civis e que, respectivamente, respondem pela diretoria da Mútua, caixa de assistência, e pela presidência do Crea-PB e coordenadoria do Colégio de Presidentes, completaram a coordenação.

Além disso, os presidentes dos regionais dão os informes e o presidente do Crea-AM, Afonso Lins, falou das dificuldades de realizar os CEPs em um estado com as dimensões do Amazonas e solicitou uma revisão nos critérios que definem  a quantia de recursos para essa destinação. “Em meu estado as grandes distâncias exigem tempo e encarecem os deslocamentos”, informou. Para ele, a importância dessa aproximação com municípios se traduz no aumento de associados à Mútua: “Em Humaitá, foram 11 profissionais; em Tefé mais 15 e em Parintins e Itacoatiara não será diferente”, anunciou.

 

Fonte: Confea

compartilhar: compartilhar no facebook   compartilhar no twitter



Veja mais

19/09/2019
Delegação da Mútua-Am participa de 76º Soea e divulga novas tecnologias para os associados
19/09/2019
Prêmio Mútua 2019 é entregue em Palmas
18/09/2019
Sindnaval organiza em parceria com o CREA-AM e entidades de classe o 1º Congresso Amazônico de Segurança e Sáude Ocupacional
18/09/2019
LC ROCHA Engenharia promove curso sobre a ISO 45001:2018
18/09/2019
Vídeo de profissional beneficiado pela Mútua é destaque em estande do Crea-AM na 76ª Soea
18/09/2019
Presidente da Mútua destaca crescimento da Caixa de Assistência na 76ª SOEA
18/09/2019
Na Soea, Mútua divulga que passa a fazer parte do Prodafisc
17/09/2019
Muita cultura e regionalidade é apresentada na ExpoSoea 2019
17/09/2019
Em cerimônia, legado deixado pelos homenageados é reverenciado
17/09/2019
Palmas mobiliza todo o Brasil para a construção do país