CREA-AM

Atualizado em 12/01/2018 - 16h01

Fiscais do CREA-AM fazem blitze em duas empresas do Polo Industrial de Manaus

A ação é resultado da nova meta social proposta para o triênio 2018/2020, quando se espera uma inserção maior de profissionais no mercado de trabalho amazonense.

Como prosseguimento da Operação Valorização Profissional, deflagrada no último dia 4, os agentes fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM) realizaram blitze nas linhas fabris das empresas Videolar, localizada no Distrito Industrial (Zona Norte), e 3M, na rodovia AM-010. As empresas estão na agenda técnica da operação, cujo foco são as fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM) e onde se investiga o correto exercício dos profissionais que atuam nas atividades de Engenharia e Agronomia e afins.

Sob a coordenação da Superintendência Adjunta de Fiscalização (Suafi), a prioridade é fazer um trabalho orientativo e preventivo, neste primeiro momento, em todos os complexos fabris instalados na Zona Norte, onde haja pelo menos um profissional de uma das áreas abrangidas na política de fiscalização do CREA-AM. Segundo o titular da Suafi, Swami Vasconcelos, a ação é resultado da nova meta social proposta para o triênio 2018/2020, quando se espera uma inserção maior de profissionais no mercado de trabalho amazonense, além de assegurar o exercício legal das atividades de Engenharia, Agronomia e áreas afins.

Vasconcelos explicou ainda a parte preliminar da operação traz o mote instrutivo e orientativo. De posse desse levantamento, segundo ele, o CREA-AM irá averiguar as atividades para evitar possíveis sombreamentos no exercício profissional.

“É preciso levar em conta que não basta contratar, é preciso cobrar no ato de admissão a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) de cargo, documento que constata a atribuição de cada especialidade. A cobrança das ARTs evita que se contrate um profissional que vai assumir um encargo de outro”, explicou o superintendente.

Na fábrica da Videolar, os agentes fiscais foram recebidos pela engenheira química Gleisyhnn Sousa, representante do setor de Recursos Humanos, que foi orientada a apresentar no prazo máximo de dez dias úteis as informações do quadro técnico de profissionais que atuam na empresa, bem como a descrição da atividade de cada um deles.

Visita
A ida à fábrica da 3M rendeu uma visita da supervisora de Recursos Humanos e representante da empresa, Rosângela Oliveira, ao superintendente da Suafi, Swami Vasconcelos. A reunião, segundo ela, serviu para tirar dúvidas acerca da forma de contratação correta dos profissionais de Engenharia que atuam na empresa. “Faz parte da política de contratação da 3M sempre cobrar no ato da contratação o registro ativo e a adimplência no CREA-AM”, explicou.

A Operação Valorização Profissional tem agenda de inspeções diárias de seis empresas. A ideia da Superintendência de Fiscalização é finalizar essas visitas técnicas até o próximo mês de março, quando deverá começar a segunda fase da ação.

compartilhar: compartilhar no facebook   compartilhar no twitter



Veja mais

19/10/2018
5º Colégio de Presidentes se encerra em Manaus com elogios dos presentes
19/10/2018
Amazonas vai sediar próxima reunião da Conest
19/10/2018
Ex presidentes do Crea-AM prestigiam o Colégio de Presidentes em Manaus
19/10/2018
Confea e DNPM assinam termo de cooperação durante Colégio de Presidente
18/10/2018
CREA-AM promove Seminário de Mineração e Desenvolvimento Sustentável em Manaus
18/10/2018
Colegio de Presidentes cria grupo de trabalho para reformulação de Resolução 1.093
18/10/2018
Crea-AM recebe visita institucional de presidente do Confea, Joel Krüger
18/10/2018
Fim do primeiro dia do Colégio de Presidentes
17/10/2018
Natal sedia 3º Reunião da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Segurança do Trabalho
17/10/2018
CREA-AM recebe representantes de conselhos regionais do Brasil para discutir melhorias para a categoria